A equipe médica que operou o presidente Jair Bolsonaro acaba de divulgar o boletim médico pós-cirúrgico. 

Segundo o documento, o capitão está “clinicamente estável, consciente, sem dor, recebendo medidas de suporte clínico, prevenção de infecção e de trombose venosa profunda”.

Segue a íntegra do Boletim Médico:

São Paulo, 28 de janeiro de 2019.

O excelentíssimo Presidente da República, Jair Bolsonaro, foi submetido, nesta manhã, à cirurgia de reconstrução do trânsito intestinal e extensa lise de aderências decorrentes das duas cirurgias anteriores. Foi realizada anastomose do íleo com o cólon transverso, que é a união do intestino delgado com o intestino grosso. O procedimento teve duração de 7 horas, ocorreu sem intercorrências e sem necessidade de transfusão de sangue. No momento, o paciente encontra-se, na Unidade de Terapia Intensiva, clinicamente estável, consciente, sem dor, recebendo medidas de suporte clínico, prevenção de infecção e de trombose venosa profunda.

Dr. Antônio Luiz Macedo, cirurgião

Dr. Leandro Echenique, clínico e cardiologista

Dr. Miguel Cendoroglo, Diretor Superintendente do Hospital Israelita Albert Einstein

O presidente já postou o primeiro tuíte após passar pelo procedimento de retirada da bolsa de colostomia: