O advogado Cristiano Caiado de Acioli, preso no avião a mando de Ricardo Lewandowski, diz que foi filiado ao PT. 

A declaração foi feita durante entrevista ao Jornal do Commercio:

“Já fui filiado ao PT, fui fiscal do partido e carreguei a bandeira em época de eleição. Fui a favor de Lula, votei em Dilma e agora escolhi Bolsonaro. Meu posicionamento é o Brasil, meu partido é o país.”

Por essa os petistas e a extrema mídia não esperavam. Será que vai virar pauta ?


Estamos recomeçando do zero. Nos ajude: Curta a página Growp no Facebook