O juiz da Lava Jato do Rio, Marcelo Bretas, vem sofrendo constantes ameaças de morte. 

Até agora foram três, sendo que duas delas vindas do presídios onde ele mandou encarcerar a turma da Lava-Jato.  Há neste complexo quase duas dezenas de presos, entre eles Sérgio Cabral.

Segundo Lauro Jardim, na PF, MPF e Justiça Federal, a ordem é partir para o enfrentamento e jamais recuar diante das ameaças.