O presidenciável Jair Bolsonaro, vencedor do primeiro turno mesmo como muitas denúncias de fraude, deixou para dezembro a próxima cirurgia para reconstrução do trânsito intestinal e retirada da bolsa da colostomia.

Segundo O Antagonista, Bolsonaro quer participar dos debates na TV e fazer campanha. 

Uma vez eleito, o capitão quer instalar o gabinete de transição antes de voltar ao hospital.