Foi aprovada hoje na CCJ da Câmara, a PEC 227/2016 que estabelece a realização de eleições diretas em caso de vacância do cargo de presidente em até seis meses do fim do mandato.

O assunto havia ganhado destaque em maio deste ano depois que cresceram as chances de queda do presidente Michel Temer por causa das denúncias que surgiram contra ele.

"O Brasil não pode mais viver o que viveu, essa incerteza, insegurança", disse o autor da PEC, disse o deputado Miro Teixeira REDE-RJ, autor da proposta.

O texto agora  segue para uma comissão especial, que precisa ser criada pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).