O coronel Marcos Bianchini, comandante-geral da Polícia Militar de Minas Gerais, fez um relato trágico da situação das polícias militares ao ministro da Justiça, Alexandre de Moraes.

O ministro perdeu até o rumo.