O ministro Dias Toffoli avisou que não vai repetir o golpe do plantonista, que tentou colocar Lula em liberdade. 

Segundo a Folha, o ministro "não deve atender a nenhum pedido de liminar que beneficie o petista caso assuma plantão da corte neste mês."

"Apesar da disposição do magistrado, informações falsas se espalharam em redes sociais, até com declarações de personalidades jurídicas contrárias às supostas intenções dele de “soltar Lula”."