Pouco mais de um ano após seu impeachment, Dilma Rousseff falou à Rede BBC sobre a crise política brasileira.

Sobre o cenário para 2018, a ex-presidente deposta disse:

"Como sabemos que o Brasil precisa de um novo líder e de uma mudança? E desde quando o novo é necessariamente uma coisa boa?", questiona ela. "O novo poderia ser Hitler. Não há garantia. Por que as pessoas reconhecem Lula? Porque as pessoas viveram melhor durante seu governo", destacou.

Dilma segue os ensinamentos de Lênin: "Acuse-os daquilo que você faz, chame-os daquilo que você é."

Quem poderia ser Hitler, nós sabemos muito bem quem é. Pois já deu sinais do que fará com a oposição.