Desde quando aconteceu o "desastre" ambiental em Brumadinho, os internautas começaram a lembrar de um decreto, assinado por Dilma Rousseff em 2015, que passava a considerar desastre natural o rompimento de barragens como a de Mariana e Brumadinho. 

Dilma então resolveu ir ao Twitter para se explicar e acabou expondo a desonestidade de seu governo com o povo:

"A má-fé dos que espalham fake news continua a mil, mesmo diante da tragédia de Brumadinho. Em 2015, assinei decreto que considera natural desastres como rompimento de barragens. Isso foi para permitir àqueles atingidos sacar o FGTS para reconstruir suas vidas", disse a petista na rede social. 

Para Dilma, é justificável considerar como "desastre natural" um crime, para usar o dinheiro do próprio povo para ajudar a reconstruir o estrago causado pelos poderosos.

É muita desonestidade. O FGTS já não rende nada, e ainda é tratado como um "favor" liberá-lo para reconstruir o que não foi você que destruiu?

#Vergonha