A dona da pensão onde Adélio Bispo de Oliveira se hospedou em Juiz de Fora, antes de esfaquear Jair Bolsonaro, morreu nesta semana. 

Aparecida Maria da Costa tinha câncer terminal, segundo uma das filhas.

Aparecida chegou a ser ouvida pela Polícia Federal no âmbito do inquérito que apura o crime contra Jair Bolsonaro e depois morreu. 

Ela era uma das testemunhas chaves e poderia ajudar e muito a esclarecer quem financiava Adélio.