Dois dias depois da condenação em primeira instância do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o deputado Vicente Cândido (PT-SP), relator da reforma trabalhista, revelou que resolveu incluir em seu relatório a emenda que altera o código eleitoral, conforme publicou o Estado de S. Paulo. 

O relator diz que a regra não foi pensada para barrar nenhum processo, mas admitiu que Lula pode vir a ser beneficiado, caso algum juiz decida prendê-lo no meio do período eleitoral.

A regra atual, prevista no artigo 236 do código do processo eleitoral, impede a detenção apenas nos 15 dias anteriores ao pleito. A 'emenda Lula' quer proibir a prisão de candidatos até oito meses antes da eleição. 

A manobra petista é um sinal de que ninguém acredita que a sentença proferida pelo juiz Sérgio Moro possa ser revertida na segunda instância. 

Se a defesa de Lula diz que a sentença de Moro é "cheia de falhas", por que então iriam criar uma emenda para salvar Lula ?