O caso chocou moradores da cidade de Araguari, no Triângulo Mineiro. 

De acordo com o G1, um empresário de 39 anos matou a esposa, uma médica de 33 anos, a filha do casal de quatro anos e depois se matou na madrugada deste sábado (17).

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, por volta das 3h45, Thiago José de Aquino Marques dirigia o carro com a família quando, na Avenida Marechal Rondon, no Centro, bateu o veículo no muro de duas residências. 

De acordo com testemunhas, o empresário do ramo de alimentos tentou atropelar Mariana, mas ela fugiu e conseguiu pular o muro de uma residência. 

Ele conseguiu alcançá-la e desferiu 12 facadas pelo corpo da médica, Mariana Barbosa Paranhos. Em seguida, transtornado e gritando muito, o homem golpeou a si mesmo com quatro facadas.

A filha do casal, Valentina Paranhos de Aquino, foi encontrada esfaqueada no banco do carro. Segundo investigações preliminares, a menina foi a primeira a ser esfaqueada. 

O homem e a criança morreram ao dar entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Araguari e a mulher no local do crime. 

A família morava em Uberlândia e de acordo com a Santa Casa de Araguari, Mariana era plantonista da ginecologia e obstetrícia da unidade desde janeiro deste ano e estava de plantão nesta madrugada. 

Ainda não se sabe a motivação do crime.