Caso Pyongyang consiga completar o seu programa nuclear com capacidades de atacar cidades estadunidenses, o governo dos Estados Unidos deve atacar a Coreia do Norte. 

Segundo fontes ouvidas pela emissora CNN, altos funcionários de segurança dos EUA acreditam que uma Coreia do Norte com armas nucleares é um risco inaceitável para Washington.

A avaliação destas mesmas fontes da administração do presidente Donald Trump é que tais armas nucleares avançadas podem acabar nas mãos de outros Estados imprevisíveis, como o Irã, Paquistão e Líbia.

Assim, para a Casa Branca o risco menor, em última instância, seria lidar com ações militares para minar o programa nuclear de Pyongyang.

"Todo o dano que viria de uma guerra valeria a pena em termos de estabilidade a longo prazo e segurança nacional", disse à CNN o senador Lindsey Graham, republicano da Carolina do Sul que teve várias conversas com o presidente Donald Trump sobre a Coreia do Norte.

Com Sputnik.