Billy Knight, ex-jogador da UCLA e técnico de basquete, foi encontrado morto no último domingo (8) em Phoenix, nos Estados Unidos, após compartilhar um desabafo no YouTube, relatando sua luta contra a depressão e contra "escolhas erradas". 

O atleta de 39 anos teria se suicidado, segundo o site TMZ. Seu corpo foi encontrado por policiais na madrugada do domingo. 

No vídeo de desabafo, Knight dizia que essa seria a sua última mensagem na Terra. 

"Essa é provavelmente minha última mensagem na Terra. Mentiras foram ditas, traições e roubos. Eu fui um tomador... e é por isso que minha vida acabou onde está agora. A vida não é um jogo. Você não pode brincar com a vida. É sério! Não fui honesto com muitas pessoas, nem com a minha mãe e meu irmão. Estou perdido na vida e não encontro esperança. Não tenho amigos, mulher, namorada... Não tenho nada. Acho que não posso mais continuar", disse ele.

"Ouço vozes na minha cabeça com frequência. Só peço a Deus por perdão por tudo errado que eu fiz. Você não pode levar uma vida em pecado. Continue sendo fiel ao seu Deus", continuou ele, com a voz embargada. 

O jogador então parece se despedir dos inscritos em seu canal e fala sobre o inferno e o céu. "Sinto que não pertenço aqui, que já deu para mim. Vou agora me arriscar a ir para o céu, para o inferno ou para o limbo."

Ainda segundo o TMZ, Knight enfrentou problemas com a justiça antes de morrer. Foi acusado de abusar e molestar sexualmente uma menor de idade. Chegou a ser preso, mas foi solto depois de pagar uma custódia de mais de 300 mil reais.