O vereador Fernando Holiday (DEM), líder do MBL, sofreu uma tentativa de assassinato a tiro nesta quarta-feira (26), após a votação na Câmara Municipal de São Paulo.

De acordo com postagem do MBL no Twitter, Holiday disse que estava na janela do andar de seu gabinete, no quinto piso do prédio da Câmara Municipal, quando ouviu "um barulho alto de vidro estilhaçando". 

O vereador contou ter chamado a segurança da Câmara, e disse que a polícia fará uma perícia no local.

"Agora pouco estava na janela do 5º andar, onde fica meu gabinete, quando fui hostilizado por baderneiros e ouvimos um barulho alto de vidro estilhaçando. Eu e minha equipe vimos esse buraco e chamamos a segurança da CMSP, a PM fará a pericia para confirmar o projetil.", diz Holiday na publicação.