O filho de Jair Bolsonaro, Carlos anunciou no Twitter na manhã de hoje, 22, que na semana que vem volta à Câmara de Vereadores do Rio, depois de três meses trabalhando na campanha do pai.

Ele chegou a ser cogitado pelo próprio pai para chefiar o Ministério da Comunicação. 

O presidente eleito disse mais cedo para a imprensa que o plano de nomear seu filho para a Secom deve “morrer”, porque ele não quer ser acusado de nepotismo:

“O nome do meu filho foi levantado. Passei para O Antagonista, que ligou para mim. Não tem nada certo, acho difícil que ele aceite ir para lá. Seria levado para o lado do nepotismo. Nunca pratiquei isso, não me interessa fazer.”