O futuro ministro Secretaria-Geral da Presidência do governo de Jair Bolsonaro (PSL), Gustavo Bebianno, disse nesta terça-feira (27) ao G1, que escalou o general Floriano Peixoto Vieira Neto para fazer um pente-fino em possíveis fraudes em contratos da Secretaria da Comunicação Social da Presidência. 

A Secom será subordinada a Bebianno.

"Ele é acima de qualquer suspeita, ele tem esta função executiva", afirmou Bebianno.

O anúncio colocou blogueiros chapa-branca em estado de alerta.