O general da reserva Paulo Chagas, que recentemente foi alvo de censura dos ministros do STF Dias Toffoli e Aalexandre de Moraes, saiu em defesa do vice-presidente da República, Hamilton Mourão.

O vice se envolveu em polêmica com o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ).

Por meio de seu perfil na rede social Twitter, nesta quarta-feira (24), o Paulo Chagas escreveu o seguinte:

“Mourão não chegaria onde chegou na carreira militar se não fosse leal aos seus superiores e dedicado ao serviço da Pátria. Intrigas e meias verdades não fazem parte do cardápio de atitudes de um soldado como Hamilton Mourão.”

Uma hora depois, ele voltou a tuitar:

“Os problemas a serem enfrentados pelo governo Bolsonaro são graves e urgentes demais para que se fique a especular as entrelinhas do que diz o vice, general Mourão. Quem o faz, sabendo ou não, está servindo à oposição. Para quem quer encontrar pelo em ovo, eu adianto: é perda de tempo!”