O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, concedeu liminar (decisão provisória) nesta sexta-feira (18) para soltar mais quatro suspeitos de fraudar fundos de pensão e presos na Operação Rizoma, informa o G1

São eles:

  • Marcelo Borges Sereno, economista e ex-assessor do ex-ministro José Dirceu
  • Adeilson Ribeiro Telles
  • Carlos Alberto Valadares Pereira (Gandola)
  • Ricardo Siqueira Rodrigues

Além deles, Milton Lyra, investigado na mesma ação, já havia sido solto por Gilmar. 

Os cinco tinham sido presos por ordem do juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Criminal do Rio.