O idoso Ron McCartney, de 72 anos, deixou sua casa em uma ambulância para ir ao Hospital Robina, em Gold Coast, na Austrália.

Ao lado dele, sua esposa Sharon mencionou que o marido mal havia comido nos últimos dois dias e que ele deveria estar faminto. 

Muito prestativos e percebendo a situação delicada do idoso, os funcionários do Serviço de Ambulância de Queensland o questionaram sobre qual seria sua vontade de comer, caso fosse sua última refeição.  

McCartney então respondeu, com um brilho nos olhos, que gostaria da sua comida favorita - um sundae de caramelo.

"Ele colocou um sorriso no rosto", comentou. "Era o típico Ron. Ele nunca dirá não a um sundae de caramelo", disse a mulher.

O motorista da ambulância então deu meia volta e parou em um drive-thru para que Ron pudesse saborear sua sobremesa favorita. A esposa disse que foi um ato inesperado de bondade.

A equipe teve que solicitar uma permissão especial para realizar o último desejo do homem. 

"Ele tinha um grande sorriso no rosto e sua esposa estava com lágrimas nos olhos, apenas feliz em vê-lo comer,"disse a paramédica Kate Hanafy.

Ron McCartney morreu no sábado (1º) de manhã.