Mesmo com tantas denúncias de fraude nas urnas, o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, bateu os recordes de Lula e Dilma. 

Nunca antes na história houve um candidato que recebesse tantos votos no primeiro turno quanto ele.

Foram mais de 49 milhões de eleitores, superando Lula em 2006 e Dilma Rousseff em 2010, os dois recordes precedentes.