O presidente eleito, Jair Bolosnaro interpretou a declaração polêmica de seu filho Carlos sobre haver pessoas “que estão muito perto” do presidente eleito interessadas em sua morte.

Carlos Bolsonaro havia afirmado no Twitter:

“A morte de Jair Bolsonaro não interessa somente aos inimigos declarados, mas também aos que estão muito perto. Principalmente após sua posse! É fácil mapear uma pessoa transparente e voluntariosa. Sempre fiz minha parte exaustivamente. Pensem e entendam todo o enredo diário!”

Sobre isso, Bolsonaro respondeu o seguinte, segundo a Folha:

“Minha morte interessa a muita gente. Quando recebi a facada, estava muito próximo de mim o elemento. Recentemente ele era filiado ao PSOL. Houve um fato recente de que uma pessoa tentou entrar com a identidade dele na Câmara dos Deputados. No meu entender há uma investigação bastante farta a ser concluída”, disse Jair Bolsonaro.