O condomínio onde mora o candidato líder nas pesquisas, Jair Bolsonaro, teve a segurança reforçada neste fim de semana, véspera de eleição. 

Dois seguranças, grades e cones estão posicionados no local. Os homens fazem a segurança na portaria. Bolsonaro ainda conta com a escolta de uma equipe da Polícia Federal. 

O controle da entrada, registra a Folha, também está mais rígido. O candidato deve se deslocar amanhã para votar com escolta pesada. 

Bolsonaro foi esfaqueado por um militante de esquerda no dia 6 de setembro em Juiz de Fora.  Passou por duas cirurgias e ficou de fora de toda a campanha presidencial. Mesmo assim é o favorito e pode levar no primeiro turno.