O presidenciável do PSL, Jair Bolsonaro, esfaqueado por um militante de esquerda durante um ato de campanha em Juiz de Fora, terá que passar por uma nova cirurgia. 

A data já foi definida pelo hospital Albert Einstein, que marcou o procedimento para o dia 15 de novembro, duas semanas depois do segundo turno.

“Será operado pelo cirurgião Antônio Luiz Macedo, para que seja definitivamente reconstruído o seu trânsito intestinal.”

O candidato já foi submetido a duas cirurgias depois de ser esfaqueado. Essa será a terceira.

Até lá, se tudo ocorrer bem, Antônio Luiz Macedo estará operando o próximo presidente da República, e não mais um candidato.