O líder nas pesquisas, Jair Bolsonaro, cobrou da extrema-imprensa e de seus adversário um mea-culpa sobre o episódio da suástica riscada na barriga de uma militante petista:

"Ainda aguardo o mea-culpa de parte da imprensa e adversários que por dias associaram a mim um falso ataque contra eleitora do PT no Rio Grande do Sul desmascarado pela perícia, que provou que a própria "vítima" produziu a suástica em seu corpo. O prejuízo precisa ser reparado!", escreveu o capitão no Twitter:

Confira:


O preço da liberdade e a eterna vigilância: Saiba mais