O ex-presidente do Senado, Renan Calheiros, parece estar jogando baleia azul. O alagoano aceitou a "missão suicida" de tentar parar Lava Jato. 

Para defender seu projeto de abuso de autoridade, Renan ocupou a tribuna do Senado hoje, e aproveitou para atacar o Ministério Público Federal.

"Há um arrastão para desmoralizar homens públicos de bem", disse o réu. 

Sabemos que no atual cenário, homens públicos de bem, nos quais Renan se refere, não existem. Sabemos também como o jogo baleia azul acaba para quem aceita o desafio.

Renan caminha para o suicídio.