A jovem australiana Ari Kala (pseudônimo de Rachel Murray), de 24 anos, afirma que consegue sentir o "cheiro da morte".

Segundo relato dela própria, tudo começou quando tinha 12 anos. Ela sentiu um "odor adocicado" exalando do corpo do tio, que sofria de doença terminal.

"No dia anterior da morte eu senti esse odor adocicado na casa", contou a jovem, de acordo com reportagem do "Metro".

"Nunca tinha sentido aquele cheiro. Ninguém além de mim o sentia. Desde então tenho passado pela mesma experiência com pessoas com doenças terminais ou com pessoas com idade avançada incontáveis vezes", acrescentou.

Ela conta também que lutou contra esta habilidade, mas que agora decidiu torná-la pública. A ideia dela, é tentar fazer, por meio de treinamento, com que médiuns desenvolvam o mesmo poder.


Com Page Not Found