Graças a um livro, um aluno não foi atingido por um tiro durante a chacina que aconteceu em Fortaleza. 

O aluno estava na Praça da Gentilândia na noite de sexta, local que reúne centenas de pessoas nas noites de fim de semana.

Ele conta que corria dos ataques quando foi atingido na mochila.

"Os caras [autores do crime] chegaram atirando na região onde ficam as barracas de carne [da Praça da Gentilândia] e depois foram se aproximando mais das pessoas e atirando. Foi onde acertaram um homem e uma mulher", conta.

"Depois um cara moreno com [um revólver calibre] 38 deu um tiro pro lado da esquina, que possivelmente acertou minha mochila", completa.

No momento do tiroteio, o estudante não sentiu o impacto da bala. O aluno diz que só percebeu que sobreviveu graças ao livro "Introdução à Mecânica dos Fluidos" nesta segunda-feira (12), quando organizava a mochila para ir à aula.


Com G1.