O ex-governador de Goiás, Marconi Perillo, acaba de ser preso pela Polícia Federal. 

Ele se apresentou à PF nesta tarde para prestar depoimento no âmbito da Operação Cash Delivery.

Em nota, o advogado Kakay se disse “perplexo” e “indignado”. “Não há absolutamente nenhum fato novo que justifique o decreto do ex-governador.”

Perillo não foi preso na deflagração da operação porque era candidato ao Senado.