O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, apresentou queixa-crime contra o promotor Fernando Krebs, do Ministério Público Estadual de Goiás. 

Krebs afirmou, no mês passado, que Gilmar era “o maior laxante do Brasil”, em alusão aos habeas corpus que o ministro concede.

Segundo a colunista da Folha, Monica Bergamo, o ministro pede que Krebs seja condenado por injúria e difamação qualificada, cuja pena chega a dois anos de prisão, com afastamento do cargo.