Em entrevista exclusiva aos veículos da EBC, o presidente Michel Temer sugeriu que se retome a discussão sobre a formação e indicação de nomes para compor a Corte.

Quando participou da Constituinte, Temer defendeu a proposta de um total de nove ministros – três sugestões de cada um dos Poderes (Legislativo, Judiciário e Executivo) – com mandatos de 12 anos e possibilidade de renovação.

“É um modelo saudável, porque contempla os Poderes do Estado. Acho que seria útil.” 

Atualmente, apenas o presidente da República indica os integrantes da Corte e o cargo é vitalício até 75 anos.

Só uma pergunta: Temer está com medo dos nomes que Jair Bolsonaro possa indicar caso seja eleito ?