O navio Dmitrii Donskoi, que afundou em 1905,  foi achado no litoral da ilha de Ulleungdo, que fica a 120km ao leste da Península da Coreia.

Segundo relatos da época, a embarcação carregava barras e moedas de ouro no valor de o equivalente a R$ 500 bilhões e dinheiro em espécie para o pagamento de pessoal da Marinha russa.

Por vários anos, a empresa sul-coreana Shinil Group, caçadora de tesouros, trabalhou para identificar com precisão a localização do Dmitrii Donskoi. 

Uma força-tarefa reunindo companhias de China, Canadá e Reino Unido foi criada para recuperar o ouro em águas da Coreia do Sul.

"Localizamos coisas que parecem caixas de tesouro, mas ainda não as abrimos", disse a Shinil Group em nota oficial divulgada pela agência estatal sul-coreana Yonhap.

Ao todo, são 5.500 caixas, pesando 2.000 toneladas.

Parte do ouro será entregue à Rússia. A Shinil prometeu, ainda, gastar 10% do valor retirado do cruzador em investimentos em Ulleungdo, que vive do turismo doméstico.


Com informações do Page Not Found.