O Radar da Veja conta que a Odebrecht entrou com recurso na segunda turma do STF para tirar os casos internacionais da delação da empreiteira da alçada de Sergio Moro.

A Segunda Turma foi a mesma que tirou trechos da delação da empreiteira, que atingiam Lula, das mãos do juiz de Curitiba. 

O trio Mendes, Toffoli e Lewandowski integram a Segunda Turma.