A Procuradoria Geral da República denunciou ontem o pré-candidato Jair Bolsonaro por racismo. 

Além disso, também ontem, a grande mídia, que afirma toda hora que as "fake news" são um problema, plantou a informação de que o ex-capitão do Exército tinha passado mal. A informação era pura mentira. 

Vendo todo esse jogo sujo contra o único candidato que não foi citado em nenhum esquema de corrupção, fica difícil não passar a apoiá-lo. 

Se continuar assim, esses que hoje o atacam, vão acabar contribuindo para que Bolsonaro seja eleito ainda no primeiro turno. 

Quanto mais o perseguem, mais a população percebe que o ex-militar é vítima daqueles que levaram o Brasil para a crise onde se encontra.