O padre católico francês, que agrediu um bebê durante uma cerimônia de batismo, foi forçado a se aposentar instantaneamente.

A agressão bizarra foi registrada durante uma cerimônia na Collegiate Church in Champeaux, perto de Melun, no sudeste da periferia de Paris, no último domingo.

O vídeorapidamente viralizou nas redes sociais.  

"A criança estava gritando muito e eu tive que virar a cabeça para derramar água sobre ela.", disse o padre Jacques Lacroix, de 89 anos, à rádio France Info na sexta-feira.

"Eu disse a ele para" acalmar, acalmar-se ", mas ele não estava se acalmando. Eu tentei segurá-lo perto. Eu só queria que ele se acalmasse.", continuou. 

'Pedi desculpas pela minha falta de jeito para a família. Estou terminando meu ministério agora, foi meu último batismo, há um fim para tudo.", finalizou. 

Jean-Yves, o bispo de Meaux, disse que "tomou medidas para que o padre seja suspenso de todas as celebrações do batismo e do casamento".


Com informações do Daily Mail