A Polícia Federal pode ter informações sobre quem foi o mandante do atentado contra Jair Bolsonaro. 

Segundo a Crusoé, o presidente se reúne às 17 horas desta segunda-feira, 25, com o delegado responsável pelo inquérito da Polícia Federal que apura o atentado sofrido na campanha eleitoral em Juiz de Fora, em setembro do ano passado.

Participarão também da reunião o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, o diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo, e o superintendente da Polícia  Federal em Minas Gerais, Cairo Costa Duarte.

Quando ainda estava no Hospital Israelita Albert Einstein, o presidente gravou um vídeo afirmando que esperava que em pouco tempo a Polícia Federal descobrisse quem foram os cúmplices de Adélio.