Policial militar a paisana é preso depois de matar publicitária em posto de combustíveis na Zona Leste de São Paulo. O caso aconteceu na madrugada deste domingo (12) na Vila Matilde.

O carro onde estava a publicitária Maria Cláudia Padace era dirigido pelo namorado dela e dentro do veículo também estava a filha da mulher. Eles haviam parado na loja de conveniência.

Segundo as testemunhas ouvidas pela polícia, o namorado da vítima, ao dar a marcha a ré, passou com o carro sobre o pé de uma mulher que estava no posto junto com o PM Guilherme Carvalho de Oliveira.

O motorista disse à polícia civil não ter percebido que atropelou ninguém.

Em seguida, o policial atirou atingindo a cabeça da mulher, que estava no banco de trás ao lado da filha de dois anos e meio.

O PM foi localizado, preso em flagrante por homicídio e encaminhado ao Presídio Militar Romão Gomes; o delegado entendeu que, mesmo se o suspeito não tinha intenção de atingir alguém, ele assumiu o risco.

O policial deve ser submetido à audiência de custódia nesta segunda-feira (13).


As informações são da Rádio Jovem Pan.