A Polícia cumpriu mandado na produtora RW, do MC Gui. A empresa está sendo investigada por um suposto envolvimento em um esquema de fraude e venda de drogas. 

Na sede da empresa, a polícia teria encontrado quilos de cocaína no local.

De acordo com o “R7”, além do cantor, as autoridades da capital paulista indiciarão MC Gabriel, o empresário Rogério Alves e outras 17 pessoas por suspeita de participação no caso.

A investigação durou cerca de três meses e apontou que o grupo praticava golpes após anunciar falsos leilões de veículos.

As vítimas, mais de 70 no caso, compravam cadastrados em leilões online. Elas então depositavam o valor em questão, mas não adquiriam o automóvel. A organização montava os sites e, quando alguém denunciava, eles eram tirados do ar e outro similar era colocado no lugar.

Cumprindo mandados de busca e apreensão, os agentes foram até o local onde teriam encontrado, além de entorpecentes, um veículo Mercedes no valor de R$ 800 mil.

Até o momento não houve prisão de ninguém ligado à família de MC Gui. 

O delegado Osvaldo Nico, entrevistado pelo “Brasil Urgente”, da Band, afirmou que nenhum parente se apresentou até o momento, uma vez que eles estão nos Estados Unidos.