A PF (Polícia Federal) e o MPF (Ministério Público Federal) deflagaram na manhã desta quinta-feira (21), a operação Pedra no Caminho, no âmbito da Lava Jato em São Paulo. 

As investigações apuram desvios de recursos públicos em obras do Rodoanel, um sistema viário que interliga estradas na região metropolitana da capital paulista. 

Segundo as investigações, o prejuízo causado por chegar a R$ 600 milhões. 

São cumpridos 15 mandados de prisão temporária (com duração de até cinco dias) e 51 mandados de busca e apreensão,  nas cidades de São Paulo, Carapicuíba/SP, Arujá/SP, Bofete/SP, Ribeirão Preto/SP e São Pedro/SP, no estado de São Paulo, e também em Marataízes e Itapemirim, no estado do Espírito Santo.