A Polícia Federal registrou ter encontrado substância entorpecente na casa de Paulo Vasconcelos, marqueteiro de Aécio Neves na campanha presidencial de 2014.

Ele foi alvo de buscas de ontem na Operação Ross. 

Vasconcelos é suspeito de emprestar sua empresa de publicidade para receber R$ 2,5 milhões de propina para o senador, emitindo notas frias.