A Polícia Federal (PF) esteve no Palácio do Planalto na semana passada em busca de informações do e-mail usado por Rodrigo Rocha Loures, ex-deputado e ex-assessor de Temer, que ficou conhecido como "homem da mala" da JBS, informa Andreia Sadi no G1.

Assessores do presidente Michel Temer confirmaram a informação. 

"Segundo os auxiliares do presidente, a Polícia Federal foi ao Planalto com um ofício pedindo acesso ao computador de Rocha Loures, que despachava do terceiro andar – mesmo andar do gabinete presidencial."

"Por isso, afirmam emedebistas, o governo não se surpreendeu com a notícia divulgada nesta segunda-feira (12) de que o ministro Luís Roberto Barroso havia pedido a quebra de sigilo telefônico e telemático (e-mails e mensagens) de Loures..