Foi preso agora em Foz do Iguaçu, pela Polícia Federal, o foragido internacional Assad Ahmad Barakat, do clã Barakat, ligado ao Hezbollah.

Ele tinha prisão decretada pela justiça paraguaia desde 31 de agosto, pelo crime de falsidade ideológica.

Barakat foi incluído na lista do Departamento do Tesouro dos EUA em 2006 sobre indivíduos e entidades que financiam o Hezbollah na região da Tríplice Fronteira.

Quatro anos antes, em 2002, Barakat teve prisão autorizada pelo STF, que julgou um pedido de extradição efetuado pela justiça paraguaia por envolvimento em delitos relacionados à apologia ao crime, evasão de divisas e falsificação de marcas de produtos.

Barakat é apontado como financiador do grupo terrorista Hezbollah.

Mais um excelente trabalho da Polícia Federal brasileira.