Adriana Ferreira Almeida Nascimento, conhecida como "Viúva da Mega-Sena", foi presa no bairro Bandeirante, em Tanguá, na Região Metropolitana do Rio, no final da tarde desta quarta-feira (20).

Considerada foragida, Adriana foi encontrada numa residência que segundo a polícia era usada como esconderijo.

A mulher é viúva de Renné Senna, ex-lavrador que ganhou R$ 52 milhões na Mega-Sena, em 2007. O homem foi executado a tiros em 7 de janeiro de 2007 em Rio Bonito, também na Região Metropolitana. 

Seis pessoas foram acusadas do crime, entre elas a viúva da vítima.

Segundo o G1, os policiais da Desarme chegaram à mulher por meio de troca de informações com agências de inteligência e unidades de polícia. A Justiça fluminense condendou Adriana Almeida à pena de 20 anos de prisão.