Era para ser apenas um treinamento normal no fim de semana na sede da Polícia de Columbus,Ohio, EUA. No entanto, algo deu errado e acabou em uma tragédia. 

Brian Carter estava "corrigindo verbalmente" Benzi, seu parceiro K9, quando o animal, um belga malinois de 3 anos, voltou-se contra o agente e passou a mordê-lo várias vezes. 

O ataque contra Brian foi tão violento, que para se livrar do parceiro canino o policial teve que atirar contra o animal.

O agente teve sérios ferimentos nos braços e passou por cirurgia. O policial trabalha com K9s desde 2008.

Já Benzi, teve que ser submetido à eutanásia em um hospital veterinário.

A raça "belga malinois" é conhecida como a "Ferrari" dos cães de proteção. Ela está no Guinness Book, o livro dos recordes, como o maior farejador de drogas do mundo, além de ter sido o primeiro cão a saltar de paraquedas para localizar explosivos. 

Seu temperamento é bastante alerta e ativo. O cão cuida do território em que vive por instinto, de forma incansável e tem carinho nato pelas crianças, protegendo-as fielmente.

O malinois também é bastante afetuoso e apegado ao dono e seus familiares e essa condição ele carrega desde filhote. É considerado também uma das 3 raças mais inteligentes do mundo. Há quem diga que ele ocupa o topo deste quesito, devido a sua facilidade no aprendizado, o que permite adestra-lo mais rapidamente. 

O sargento Mark Cartwright, supervisor da Unidade K9, disse à emissora WBNS que esta foi a primeira vez em que um policial teve que atirar em um parceiro canino.

O caso ainda está sendo investigado pela corporação.