Após ser criticado por uma falha primária de segurança, o vice-presidente eleito, general Hamilton Mourão, decidiu viajar em aeronave diferente da do presidente eleito Jair Bolsonaro durante a transição. 

Nesta terça-feira, 6, os dois viajaram juntos do Rio a Brasília no mesmo avião da FAB.

Nesta quinta-feira, 8, Mourão previa voltar para o Rio na mesma aeronave que o presidente eleito. Nesta quarta-feira, 7, porém, o general reformado afirmou que voltará para a capital fluminense em voo comercial. 

Este deve ser o protocolo a ser seguido daqui em diante.