A presidente do STJ (Superior Tribunal de Justiça), ministra Laurita Vaz, negou 143 habeas corpus pedidos em favor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Os pedidos, todos padronizados e com o subtítulo ‘Ato Popular 9 de julho de 2018 – Em defesa das garantias constitucionais’, foram impetrados na corte nesta semana, após a tentativa do desembargador Rogério Favreto de libertar o petista no último domingo.

“Essa petição padronizada de habeas corpus foi entregue no protocolo do Superior Tribunal de Justiça, durante o apertado período de plantão da presidência, com outras 142, em meio físico, ocupando vários servidores e movimentando diversos órgãos do tribunal, sobrecarregando a rotina de trabalho, já suficientemente pesada”, escreveu a ministra.

“O Poder Judiciário não pode ser utilizado como balcão de reivindicações ou manifestações de natureza política ou ideológico-partidárias. Não é essa sua missão constitucional”, afirmou.

Todos os HCs contestavam a prisão de condenados em segunda instância.