O presidente do TRF-4, Carlos Eduardo Thompson Flores Lenz, chegou a dizer ao Estadão , que a sentença de Sérgio Moro era "irretocável". 

Ontem em Porto Alegre, ele voltou a tocar no assunto, e disse que “a 8ª Turma vai julgar de forma isenta, imparcial e desapaixonada, como o Poder Judiciário deve ser” o recurso de Lula no caso da condenação pelo triplex.

Ele acrescentou que, ao elogiar a sentença de Moro no Estadão, ele o fez quanto aos aspectos formais.