Apesar de ter embarcado para Portugal no avião presidencial com Michel Temer, numa viagem cujo objetivo era participar do funeral do ex-presidente português Mário Soares, o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF) e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), não compareceu a nenhuma atividade relacionada às cerimônias fúnebres do português. O funeral de Mário Soares aconteceu nesta terça-feira. Temer permaneceu cerca de 10 horas em território português e já embarcou de volta ao Brasil. A informação é de O Globo.

Gilmar Mendes é o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que nos próximos meses deve julgar o pedido de cassação da chapa formada por Dilma Roussef e Michel Temer na eleição de 2014. O julgamento pode destituir Temer da Presidência da República.

A ética passou longe destes dois. Está cada vez mais claro que Mendes viajou com Temer para conversar sobre isso e não para ir ao funeral.