O procurador chefe da Força Tarefa da Lava Jato de Curitiba, Deltan Dallagnol, denunciou no Facebook a farsa protagonizada pelo STF

Veja o que ele disse:

“Não surpreende que anos depois da Lava Jato os parlamentares continuem praticando crimes: estão sob suprema proteção. Parlamentares têm foro privilegiado, imunidades contra prisão e agora uma nova proteção: um escudo contra decisões do STF, dado pelo próprio STF.

Fica o reconhecimento à minoria que vem adotando posturas consistentes e coerentes contra a corrupção, especialmente M. Fachin e Barroso.”