O Partido dos trabalhadores como sempre trabalha contra os empregados e seus empregadores. 

A mais nova deles, foi pedir  à Justiça eleitoral a proibição da venda de camisetas pró-Bolsonaro. 

As camisas são as mais vendidas em feiras populares e nos mercadões das grande cidades. 

Se a proibição fosse aceita, muitos empresários deixariam de ganhar e muitos trabalhadores perderiam seus empregos. 

Por sorte, o ministro Luís Roberto Salomão negou o pedido e as camisetas do mito poderão continuar sendo comercializadas livremente.

Primeiro censuraram a imprensa independente. Agora, querem censurar as camisetas. O PT é mesmo um partido de ditadores.